Hunch Plus Verde Cassete

Quer salvar sua relação? Aprenda a manter seu kit em perfeito estado

Saber os cuidados e a hora certa de trocar as correntes da sua bicicleta é essencial para que evite um rolê com frustrações no caminho.

A falta dessa atenção pode  resultar a soltura ou quebra da corrente e até mesmo causar algum acidente grave.

Manter a limpeza da corrente é uma tarefa que deve estar no topo da sua lista de prioridades com a bike!

E muita gente ainda tem dúvida sobre o que fazer e como fazer.

Pois saiba que pode ser mais simples do que imagina. Duas escovas de dente (não precisam ser novas), um desengraxante e um lubrificante já irão te ajudar nessa missão. 

Passo 1

Basta prender as escovas de frente uma pra outra (pode ser com um elástico ou fita adesiva), de modo que você consiga posicionar uma escova na parte superior e a outra na parte inferior da corrente.

Passo 2

Umedeça as cerdas das escovas com o desengraxante, encaixe-as na corrente e gire o pedal. Não precisa mover as escovas de lugar. O simples movimento da corrente ao girar o pedal já possibilita o alcance do desengraxante em todas as suas extremidades.

Passo 3

Enxágue com água limpa e seque bem. Agora é só aplicar o lubrificante sobre a corrente! Lembre-se que a maneira certa de aplicar o lubrificante é pingando uma gota de óleo em cada rolete da corrente da sua bike, beleza?!

Agora…

Corrente | Cassete | Bike | TSW

“Como saber se já não é mais caso de manutenção e sim de troca?”

Tá aí a dúvida de muitos ciclistas. Mas é possível identificar se chegou o momento de efetuar a troca da corrente, basta ficar alerta sobre alguns detalhes. 

Um dos principais é que com o passar do tempo, ao invés de ficar perfeitamente esticada e bem acoplada à coroa, a corrente passa a apresentar uma ‘folga’.

Isso se torna ainda mais perceptível na hora de trocar as marchas, pois falta precisão e a corrente costuma ‘pular’ a marcha. Outros itens que compõem a transmissão também passam a apresentar problemas.

“Qual tipo de corrente é o ideal pra minha bike?”

Isso vai depender do número de pinhões do cassete, que altera a variação de marchas na bike. Antes de comprar sua corrente nova, essa informação precisa estar bem alinhada, pois a corrente será mais estreita na mesma proporção da quantidade de marchas.

Veja algumas das medidas que uma corrente pode ter de acordo com o número de pinhões:

12 pinhões = 5.3 mm

11 pinhões = 5.5 mm

10 pinhões = 6 mm

9 pinhões = de 6.5 a 7 mm

6, 7 e 8 pinhões = 7 mm

Essas medidas podem variar de marca para marca. Demos apenas um exemplo para que compreenda como o número de pinhões altera o tamanho da corrente, tranquilo?!

Assim como a corrente desgastada pode prejudicar todo o kit transmissão, cassete e coroa também devem ser conservados!

Não misture itens velhos e desgastados com peças novas. Além de não resolver o problema com eficiência, você ainda pode danificar mais rápido as peças recém-colocadas do kit. 

Por isso, trate de conferir a qualidade de todas as partes que compõem um kit transmissão antes de trocar uma peça ou outra. 

Precisamos nos lembrar que os componentes trabalham em conjunto e a troca de um ou de outro item não determinam um bom funcionamento do sistema por completo.

Se mantiver todos os cuidados acima, sua relação (com a bike) será um sucesso!

Valeu, tamo junto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Menu

Quickview

Fechar

Categorias