Bicicleta | Marcha | TSW Bike

Bicicleta com marchas: por que ter a sua?

Quem pedala desde sempre, mas está acostumado a andar apenas em bicicletas de passeios e atividades cotidianas, realmente nunca sentiu a falta de uma marcha em sua bike. 

Pra falar a verdade, muitos sequer já pararam pra pensar nesse assunto.

Mas, já que é pra pedalar (principalmente em tempos de pandemia), que tal um meio de transporte com mais praticidade? Acredite…Seu pedal pode se tornar ainda mais prazeroso!

“Eu preciso de uma bike com marchas?”

É bem provável também que você já tenha pensado que essa história de bicicleta com marchas é só pra ciclista profissional ou até mesmo pra quem quer “tirar onda” numa bike mais diferenciada e de custo elevado.

O que nem sempre procede, mas é compreensível quando se trata de alguém que acabou de despertar interesse neste universo. E é pra falar disso que estamos aqui!

Adotar o ciclismo como estilo de vida é muito mais simples do que parece. A complexidade está apenas em buscar conhecimento pelas fontes certas e aprender a se cuidar como um ciclista. 

Afinal, por que pedalar uma bike de marcha?

Bicicleta com marchas: por que ter a sua? 1
TSW Bike | Marchas

Numa bicicleta comum de passeio, a gente sabe que a velocidade depende direta e unicamente do nosso esforço sobre os pedais da bike, para assim impulsioná-la. Traduzindo: “Você que lute”.

É claro que o modelo e peso da bike influenciam bastante nesse desempenho, mas é um detalhe que deixaremos para tratar num próximo artigo. Voltando ao quesito velocidade, é justamente para maior conforto e rapidez do ciclista que são utilizadas as marchas.

O número de marchas numa bike determina a quantidade de opções de velocidade que você terá. Sendo assim, aquela monotonia de pedalar continuamente um mesmo ritmo não existirá mais.

E é claro que esse detalhe otimiza sua performance totalmente. Ou seja, menos esforço, menos cansaço e menos tempo gastos durante um mesmo trajeto feito por uma bicicleta sem marchas.

Quando começar a pedalar uma bicicleta de marcha, verá uma diferença enorme de desempenho, leveza, fôlego, rapidez e se sentirá muito mais motivado a continuar na atividade.

Quantas marchas minha bike pode ter?

Uma bike pode ter de 7 até mais de 30 velocidades. Então, o número de marchas da bike vai depender muito das condições do ciclista, do terreno onde deseja pedalar e do nível no qual o ciclista se encontra dentro do próprio esporte. O recomendado é irmos aumentando a velocidade aos poucos e, assim, o número de marchas.

Para quem está iniciando e quer usufruir de um bom custo-benefício, o indicado seria uma bike de 18 a 22 velocidades. Essa costuma ser a numeração mediana. É sempre bom iniciar por uma bicicleta que a gente costuma chamar de “bike de entrada”.

As TSW Hurry Ultra 22 v. e TSW Ride 21 v. são belos exemplos de bikes para o ciclista com esse objetivo inicial.

Nessas máquinas você dará seus primeiros passos, ou melhor, suas primeiras pedaladas com muito mais segurança e agilidade.

Como utilizar as marchas?

Evo Quest 12 v. Head Tube
Evo Quest 12 v. Head Tube

A “alavanca” ou “passador de marchas” como é conhecida, se trata da peça utilizada para que o ciclista realize a alternação das marchas. Esse elemento fica posicionado na altura do guidão para ser manuseado pelo ciclista durante o pedal.

É muito importante e também indicado, inclusive por nós, que antes de sair com sua bike de marcha pela primeira vez, você pendure-a numa superfície mais alta (de preferência no gancho apropriado para bicicletas) e faça o teste de mudança de marchas movendo os pedais com as mãos.

Assim, você verá de pertinho como funciona a movimentação da corrente de uma coroa para outra e entenderá todo o processo com mais clareza. Ao movimentar a alavanca você vai percebendo a oscilação do peso de um movimento para outro durante a troca das marchas.

Curtiu? Já está curioso para ter uma bicicleta de marcha?

Conheça aqui no nosso site o modelo TSW Bike perfeito pra você. São verdadeiros foguetes que oferecem conforto, praticidade e muita beleza. Bora pedalar!

Valeu,

Tamo junto!

Fotos: @qgmtb e @bravomtb

Menu

Quickview

Fechar

Categorias