pedal flat | padal clip | TSW Bike

Pedal clip x pedal flat: entenda as vantagens e desvantagens de cada um

Sempre ouvimos falar em “pedal clip”  e “pedal flat”… Mas você sabe o que são e qual a funcionalidade de cada um desses tipos de pedal?

Chegou o momento de entender um pouco mais. 

Pedal Flat

O termo “flat” indica o que é plano, reto. Por isso, o modelo de pedal utilizado é o plataforma. 

Pedal clip x pedal flat: entenda as vantagens e desvantagens de cada um 1

Estes pedais são utilizados pela maioria dos ciclistas e, ao mesmo tempo em que proporcionam um bom apoio aos pés, também dão ao ciclista a liberdade de remover os pés do pedal quando quiser durante o trajeto.

Pedais planos são muito indicados para iniciantes porque os incentivam a fazer mais esforço e desenvolver boas técnicas de giro até se ambientarem mais no esporte. 

O pedal flat contribui, por exemplo, para que o ciclista iniciante identifique possíveis manias e erros ao pedalar que podem ser prejudiciais ao seu desempenho, ficando mais fácil evoluir na performance. Sem contar que são bem mais confortáveis!

Pedal flat tem desvantagem?

Sim.

O conforto que a plataforma oferece pode acabar tentando o ciclista a permanecer sempre nesse estilo de pedal, o que não é indicado a quem deseja obter uma performance mais avançada e rápida nos giros. 

Acontece que, quando estamos pedalando um pedal flat, apenas um dos pés, de cada vez, transmite força para a bike. Ou seja, durante a cadência, a força do ciclista não é totalmente aproveitada.

Basta dar uma “stalkeada” nos atletas profissionais e conferir qual tipo de pedal eles usam com mais frequência.

Como nenhum ciclista comprometido com a performance deseja se esforçar para obter apenas metade do resultado, o pedal flat é o primeiro passo para que você treine e chegue a um nível acima, beleza?

E foi sabendo disso que, em 1990, a Shimano trouxe para o universo da bike o sistema SPD (Shimano Pedaling Dynamics), que hoje conhecemos como o pedal clip!

Pedal Clip

Pedal clip x pedal flat: entenda as vantagens e desvantagens de cada um 2

No pedal clip, os pés ficam literalmente presos ao pedal. A princípio, essa informação pode te dar um sustinho, mas logo você vai entender como isso é bom para o seu desempenho. 

Para utilizar o pedal clip, você precisará de uma sapatilha de ciclismo que possua uma peça (localizada na sola) que tem a função de se encaixar e prender o pé do ciclista aos pedais. Chamamos essa peça de “taquinho”.

“Qual a vantagem do pedal clip?”

Nada é por acaso, amigo ciclista. 

Sabe o taquinho? Engatado à sola da sapatilha, ele fica posicionado bem no rumo do primeiro metatarso – osso que funciona como um ponto central de força dos pés – e isso intensifica a força que é depositada sobre os pedais.

Além disso, não há “intervalo” de impulso entre uma pedalada e outra (movimento de subida e descida dos pés), como ocorre no pedal flat.

Por estarem presos aos pedais, os pés distribuem, simultaneamente, 100% do impulso depositado sobre a bike, o que aumenta a cadência, a velocidade e torna seus movimentos melhores aproveitados.

Sem contar que você não precisará se preocupar com o pé escapando do pedal…

Pedal clip tem desvantagem?

Sim. (Como tudo na vida rsrsrs)

Nada de tentar tirar os pés do pedal de uma vez, senão o tombo vem!

Você nunca mais irá parar a sua bike bruscamente como acontece em alguns momentos de desatenção.

Por isso, é necessário que treine bem, pratique principalmente as paradas e se familiarize com o novo estilo de pedal antes de dar o primeiro giro.

Como a clipagem limita bastante a liberdade dos pés do ciclista, esse tipo de pedal é mais indicado aos experientes que pretendem dar um ‘up’ na performance. 

Independente se é clip ou flat, o que não dá é pra ficar sem pedalar. Escolha o que combina mais com o seu objetivo e “mete o pé”!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Menu

Quickview

Fechar

Categorias