CIMTB | XC

As diferenças entre XC, Enduro e Downhill

Você é apaixonado pelo ciclismo e já até se decidiu pelo Mountain Bike por achar que combina mais com você. Mas, é importante você saber que, além de o MTB ser uma modalidade dentro do ciclismo, existem atletas e empresas dentro do próprio MTB que adotam estilos de pilotagens e disciplinas diferentes. 

Um pouco confuso? A gente te explica!

Mountain Bike é o esporte que explora a performance do ciclista em estradas irregulares e cheias de obstáculos e, claro, uma prática comum em montanhas como remete o nome. Porém, há três níveis diferentes dentro da prática desse esporte que são os nomeados: Cross Country (XC), Enduro/All Mountain e DownHill.

Cada modalidade vai exigir esforço e técnica diferentes dentro de suas características. Com isso, é preciso que sua bike seja montada de acordo com o padrão específico do esporte escolhido. 

Então vamos às especificações:

Cross Country (XC)

Essa é a categoria mais popular dentro do MTB, pois conta com a combinação de um percurso com muitas subidas e descidas. Dessa forma, o ciclista distribui seu potencial sobre a bike em diferente circunstâncias e chega a alcançar até 50 cm na transposição de obstáculos. 

As bikes indicadas para o XC são as Hardtails, sem suspensão traseira, que contêm aros entre 27,5”  29”. B,  geometria . Por essa razão, temos:

  • Bikes de suspensões menores e mais contidas; 
  • Guidão mais curto e mesa de guidão mais longa, inclinada em posição negativa dando mais agressividade ao pedal;
  • Discos dos freios pouco menores que nas demais bikes. 
  • Quadros robustos 
  • Pneus Tubless para evitar torções nos percursos.

Ainda assim, a TSW bike mantém total empenho em dispor de bikes que performem, mas que sejam confortáveis ao ciclista, já que devemos mantê-las na condição de robustas. O intuito é sempre manter a menor distância possível entre os eixos da bike. Tudo isso com foco na performance e o atrevimento.

Enduro/ All Mountain 

A categoria Enduro já se classifica como uma modalidade intermediária, e o foco do desempenho está nas descidas. No Enduro há também subidas, mas não com a mesma dedicação de tempo por parte do atleta. Podemos dizer que Enduro é a versão competitiva do All Mountain. Portanto, ambos se complementam. 

Os que se aventuram dentro desse estilo de pedal, costumam obter saltos de  até 80 cm ao transpor obstáculos. Para isso, as bikes precisam ser também resistentes e seguras ao extremo. São algumas características:

  • Geometria mais aberta;
  • Guidão mais largo e mesa de guidão mais curta, o que favorece o levantamento da bike.
  • As suspensões dianteira e traseira (geralmente full suspensions) são de cursos maiores, .
  • Os discos também são maiores. Podem medir , já que o estilo All Mountain exige frenagens bem mais bruscas.. 
  • Sem falar nos pneus que são mais largos, “cravudos” e de extrema aderência.

DownHill

No Downhill o que manda é a habilidade e explosão em descidas ainda mais violentas que no Enduro. Nessa categoria, o ciclista precisa dominar técnicas bastante radicais e pode se atrever a transpor obstáculos de até 3 metros. 

As bikes Downhill superam todas as anteriores no quesito especificações, pois dependem de uma geometria altamente arrojada. São particularidades das bikes Downhill:

  • Guidão bem mais largo, pode chegar a 800 mm;
  • Mesas de guidão curtas;
  • Aros robustos;
  • Pneus cravudos e aderentes, que podem variar nas medidas 2.35/2.50;
  • Freios a disco hidráulicos;
  • Suspensões com cursos bem grandes;
  • Apenas uma coroa na frente (com guia de corrente), de no máximo 7 ou 8 velocidades

Deu pra entender um pouco sobre a diferença de cada uma das modalidades? 

Se o XC é o que mais te chamou a atenção, nós temos as bikes mais lindas e modernas que farão você esbanjar atrevimento e performances nas trilhas. 

Veja alguns modelos abaixo:

TSW Hurry Plus 12 v.

TSW Hurry Ultra 22 v.

TSW Jump Plus MTB

TSW Rocket 12 v.

TSW Evo Quest 

TSW Full Quest

TSW Full Quest Black Edition

Conheça nossas máquinas e seja um aventureiro de responsa! 

Comentários (1)

  1. Pingback: O uso das luvas no ciclismo • TSW Bike

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Menu

Quickview

Fechar

Categorias